Select Page

Papers

Papers

 EDUCAÇÃO FINANCEIRA: Índices mostram como a falta de Educação Financeira afeta toda uma sociedade. Nas empresas, os problemas financeiros afetam diretamente a produtividade, principalmente com aumento das faltas e fatores que levam a o colaborador a perder o foco em suas funções. As escolas formam excelentes profissionais, porém muitos deles são incapazes de conquistar o sucesso financeiro em suas vidas produtivas. E as famílias são afetadas diretamente, considerando as discussões entre cônjuges e filhos por desejos não alcançados. A sociedade deve compreender a importância da Educação Financeira. LEIA MAIS

 

ENERGIA RENOVÁVEL:  São matrizes, como o próprio nome diz, que se renovam, ao contrário da energia fóssil que se esgota. Essa energia vem dos recursos naturais renováveis como a água, sol, ventos chuva, marés, calor. São matrizes naturalmente reabastecidas por um processo também natural. A energia hidroelétrica vem das águas, a eólica dos ventos, a solar do sol, a maremotriz das ondas do mar, biomassa da matéria orgânica, etc. A energia que vem do carvão (fóssil, petróleo) é uma energia não renovável e que também gera maiores impactos pelas suas emissões de gases. A energia é fundamental para o desenvolvimento, e a sua matriz (origem), fundamental para que esse desenvolvimento seja sustentável e menos impactante. LEIA MAIS

 MOBILIDADE URBANA: Entendemos mobilidade urbana como a capacidade de deslocamento de pessoas e bens no espaço urbano para a realização das atividades cotidianas em tempo considerado ideal, de modo confortável e seguro. E isto, convenhamos, está cada vez mais difícil. A mobilidade urbana tem grande impacto na economia local e na qualidade de vida das pessoas. Quando problemática, custa caro ao estado e a sociedade, em virtude das perdas que proporciona. Pensar a mobilidade urbana de modo mais eficiente em termos sociais, econômicos e ambientais, é sustentabilidade. Pensar a mobilidade urbana com mais tecnologia e inovação, é um dos mais urgentes desafios deste século. LEIA MAIS

DIVERSIDADE:  Segundo o IBGE nossa população é composta por: 51,6% de mulheres e 54% de negros e pardos – incluindo homens e mulheres. Mas os números de profissionais nas empresas não refletem esta realidadeprincipalmente nos cargos de liderança: Segundo pesquisa do Instituto Ethos realizada em 2016, os negros e pardos representam 35,7% dos profissionais, no entanto o número de executivos em cargos de gestão é de 4,7%. As mulheres representam 35,5% dos profissionais, mas apenas 13,6% nos cargos de gestão. Segundo pesquisa da FGV, as mulheres representam apenas 7,8% dos cargos de liderança, que são relativos a cargos de diretoria e C-level, CFO, CEO entre outros. E nos conselhos de administração temos menos de 7% de mulheres, e quando excluímos as herdeiras, este percentual cai para 3%. LEIA MAIS

COMERCIO JUSTO: O comércio justo é um dos princípios da sustentabilidade que busca relações comerciais respeitosas, sem exploração, incentivando a aproximação de produtores responsáveis com consumidores éticos.  O movimento pelo comércio justo teve origem na década de 1970, na Holanda, quando a “Fair Trade Organisatie” importou o primeiro café comercializado de cooperativas de pequenos agricultores da Guatemala. Em 2003, a marca global de Comércio Justo foi adotada por Iniciativas Nacionais, e em muitos países o nome Fairtrade foi estabelecido para identificar empresas que praticam o comércio justo. O movimento dá especial atenção às exportações de países em desenvolvimento para países desenvolvidos para que o produtor receba remuneração justa por seu trabalho. Comércio justo garante trabalho digno e preservação do meio ambiente. LEIA MAIS